Actualidade

As autoridades de ocupação israelitas vão demolir toda uma aldeia palestina, no norte da Cisjordânia, deslocando mais de 200 pessoas.

Mais de 60 animais morreram esta manhã envenenados por colonos israelitas extremistas na cidade de Al-Auja, a norte de Jericó, no Vale do Jordão.

Colonos israelitas incendiaram esta manhã cedo uma mesquita na cidade de al-Bireh, próximo de Ramala, e pintaram graffiti racistas nas suas paredes, segundo noticia a agência Wafa.

A proposito do assassinato pela polícia israelita do jovem Lyad Hallak, e recordando ourtros atentados contra a vida de palestinos portadores de deficiência, a Associação Portuguesa de Deficientes apela às Nações Unidas e ao Governo de Portugal para que forcem Isarel a respeitar os direitos h

A polícia e agentes dos serviços secretos israelitas invadiram ontem dois centros culturais palestinos em Jerusalém Oriental ocupada, apreendendo registos e documentos e detendo funcionários, informou a agência noticiosa oficial palestina Wafa.

Os colonatos israelitas na Cisjordânia ocupada são ilegais à luz do direito internacional, inviabilizam a construção de um Estado Palestino contíguo e viável e são um obstáculo para a paz na região.

Soldados israelitas destruíram ontem um posto de controlo anti-coronavírus criado pelas autoridades palestinas à entrada da cidade de Jenin, no norte da Cisjordânia, a fim de conter a propagação da doença.

A Junta de Freguesia de Quinta do Anjo, na sua reunião de 15 de Julho, aprovou por unanimidade uma moção de solidariedade com o povo palestino e de condenação da anunciada anexação por Israel de território da Cisjordânia palestina.

Comunicados

COMUNICADO 10/2020

Causa perplexidade a notícia da reunião entre os Ministros da Ciência e Tecnologia de Portugal e de Israel, recentemente divulgada [1] , apontando para um estreitamento das relações entre as agências espaciais dos dois países, que culminaria na assinatura de um acordo de cooperação.

COMUNICADO 09/2020

No Dia Mundial dos Refugiados, o MPPM manifesta a sua solidariedade com os refugiados do mundo inteiro — e em particular com os milhões de refugiados palestinos — e adverte para a necessidade imperiosa de complementar as necessárias acções mitigadoras de apoio h

COMUNICADO 08/2020

O MPPM – Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente, associando-se a apelos de altas instâncias internacionais, reclama a libertação

COMUNICADO 07/2020

A 15 de Maio assinala-se o dia da Nakba – a catástrofe que, em 1948, se abateu sobre o povo palestino, acompanhando a proclamação unilateral da independência de Israel.