Home Notícias Os Cristãos na Palestina e no Médio Oriente
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

[24 Jan 2011]

OS CRISTÃOS NA PALESTINA E NO MÉDIO ORIENTE

 

Igreja Al-Qiddissine, em AlexandriaPublicamos na secção Opinião dois artigos de Vice-Presidentes do MPPM analisando a situação dos cristãos na Palestina e no Médio Oriente.

Em "Alexandria - O Fim de Um Tempo" , Júlio de Magalhães analisa o atentado contra a Igreja copta Al-Qidissine, em Alexandria, na noite de Ano Novo e conclui que se está chegar ao fim de um tempo, caracterizado por um estilo de governação "sinuosa", no Egipto, que se estendeu de Nasser a Mubarak e, também, por uma convivência pacífica entre povos, que é característica dos egípcios. As responsabilidades, endossa-as Júlio de Magalhães para a política das potências ocidentais para o Médio Oriente.

Frei Bento Domingues, em "O Sofrimento dos Cristãos Palestinos" , apoia-se num documento do Conselho Ecuménico das Igrejas para denunciar a opressão dos cristãos da Palestina pelo ocupante israelita. Confrontado com o drama do povo palestino, deixa no ar três perguntas: O que faz a comunidade internacional? Que fazem os chefes políticos na Palestina, em Israel e no mundo árabe? Que faz a Igreja?

"Os cristãos na Palestina" já haviam sido tema da intervenção que Adel Sidarus, membro da Direcção Nacional do MPPM, proferiu na sessão evocativa do Dia Internacional de Solidariedade com o Povo da Palestina, realizada em 29 de Novembro passado. Como afirmou então, "o conflito israelo-palestino não é judeo-muçulmano. É o de um povo muçulmano e cristão dramaticamente oprimido por um povo de colonos europeus com uma ideologia religiosa racista."

 
Desenvolvimento: Criações Digitais, Lda  |   Serviços:  Impressão digital  |  Webmarketing