Home Documentos MPPM Documentos MPPM
Documentos MPPM

DocumentsDate added

Order by : Name | Date | Hits [ Descendent ]

Israel está a utilizar a água como arma silenciosa para forçar o povo palestino ao abandono da sua pátria. Neste artigo, descreve-se a situação do acesso aos recursos hídricos no território da Palestina e a forma como a espoliação deste recurso precioso por parte de Israel obedece a um plano que tem a sua origem no início da ocupação sionista. Ao coarctar o legítimo direito à água, Israel está a impedir o povo palestino de viver com dignidade e em soberania na sua própria terra, está a destruir tudo o que não é judeu, na área económica, cultural, da saúde, no desenvolvimento.

Esta colectânea de documentos reflecte as posições assumidas pelo MPPM, entre 2004 e 2008, sobre a situação na Palestina e no Médio Oriente. Para além de constituírem um repositório da história recente da região, estes documentos mantêm toda a actualidade, reflectindo a incapacidade das instâncias internacionais para encontrar uma solução justa para o problema palestino. Estes textos evidenciam, ainda, que os alertas que o MPPM lançou vieram a revelar-se fundamentados, as previsões mais pessimistas foram confirmadas e os apelos feitos conservam toda a sua validade. É objectivo do MPPM, ao divulgar estes documentos, neste formato, contribuir para informar e sensibilizar a opinião pública portuguesa quanto à necessidade imperiosa de manifestar a sua solidariedade activa para com o povo palestino e de reclamar dos órgãos de soberania portugueses que, nas relações internacionais, propiciem a criação de um clima de Paz no Médio Oriente, propugnem pelo cumprimento das resolução das Nações Unidas relativas à Palestina e ajam de forma adequada e firme em relação a quem, reiteradamente, ignora e viola o Direito Internacional.

O MPPM apresenta-se. Neste documento referimos a nossa história, enunciamos os princípios que nos orientam, mencionamos quem dirige o Movimento e descrevemos o essencial da nossa actividade desde a nossa constituição em 2008.

O dia 29 de Novembro foi proclamado, pela Assembleia Geral das Nações Unidas, Dia Internacional de Solidariedade com o Povo da Palestina. Celebrado todos os anos, comemora a Resolução 181, de 29 de Novembro de 1947, que proclamava a partilha da Palestina em dois Estados – um judaico e um árabe – mas que jamais foi cumprida no que respeita à criação do Estado Palestino. No ano do 61º aniversário, o MPPM assinalou a efeméride com um conjunto de iniciativas, integradas na SEMANA DA PALESTINA, que evocaram a luta deste povo mas mostraram, também, a vitalidade da sua cultura.

Assim, em 18 de Novembro, realizou-se na casa do Alentejo, em Lisboa, uma “Sessão Pública de Solidariedade com o Povo Palestino em Luta por uma Independência Soberana e uma Paz Justa. Com presidência de José Neves, Vice-Presidente do MPPM, intervieram: José Manuel Pureza, Carlos Carvalho, Frei Bento Domingues, Embaixadora Randa Nabulsi e José Saramago.

No dia 21 de Novembro teve lugar um “Jantar com Sabores da Palestina”, no Grupo Sportivo Adicense, em Lisboa, que foi antecedido da exibição de um documentário sobre a obra do pintor palestino Ismaïl Shamut. No final, Carlos Silva fez uma intervenção sobre a data que se evoca.

O dia 24 de Novembro foi dedicado à poesia, com a vida e obra do poeta Mahmud Darwich a serem evocadas por Júlio de Magalhães e pela Embaixadora Randa Nabulsi, e os seus poemas a serem lidos por Maria do Céu Guerra, João D’Ávila, Shahd Wadi e Aqid Yaghi. O evento teve lugar na Livraria Círculo das Letras.

Finalmente, no dia 25 de Novembro foi exibido, no Teatro Cinearte – A Barraca, o filme “Intervenção Divina” do realizador palestino Elia Suleiman. Júlio de Magalhães elaborou o texto de apoio.

Neste caderno reunimos os textos de todas as intervenções registadas nesta SEMANA DA PALESTINA.

Perante a violência do ataque israelita a Gaza, gerou-se, por todo o Mundo, um movimento de repulsa e indignação. Em Portugal, o MPPM tornou pública a sua posição numa declaração subscrita pelo Presidente da Assembleia-Geral, José Saramago, pelos Co-Presidentes Isabel Allegro Magalhães e Mário Ruivo e pelo Coordenador, Silas Cerqueira. No dia 7 de Janeiro, o MPPM promoveu uma Sessão Pública de Informação e Debate, na sede da Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto, presidida por Mário Ruivo, em que se registaram importantes intervenções de Carlos Almeida, investigador científico, e José Manuel Goulão, jornalista – ambos membros da Direcção Nacional do MPPM - a que se seguiu um debate vivo e participado. No dia 8 de Janeiro, por convocação da CGTP-IN, CPPC, MDM, MPPM, TMI e Comité Palestina, a que aderiram mais de uma centena de outras organizações, realizou-se uma concentração de protesto junto à Embaixada de Israel, em Lisboa. A 17 de Janeiro, por iniciativa da União dos Sindicatos de Aveiro, a que aderiram outras organizações, entre as quais o MPPM, realizou-se uma acção de protesto em Aveiro

Finalmente, em 24 de Janeiro, mais de uma centena de organizações promoveu uma Manifestação em Lisboa, no Largo de Camões. Neste documento reunimos os textos da Declaração, das intervenções feitas na Sessão Pública e, das intervenções dos representantes do MPPM nas várias acções de protesto.

<< Início < Anterior 1 2 3 4 Seguinte > Final >>
Página 1 de 4
Desenvolvimento: Criações Digitais, Lda  |   Serviços:  Impressão digital  |  Webmarketing