Home Direitos Humanos Pilhagem dos recursos hídricos da Palestina por Israel
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

No Dia Mundial da Água denunciamos a pilhagem por Israel dos recursos hídricos da Palestina

visualizing palestine - gaza waterA 22 de Março celebra-se o Dia Mundial da Água, definido pela ONU através da resolução A/RES/47/193 de 21 de Fevereiro de 1993. Nos Territórios Palestinos Ocupados (TPO), a luta pelo acesso à água é frequente, quotidiana. A água utilizada diariamente por cada palestino é muito inferior à recomendada pela Organização Mundial de Saúde como condição básica de vida (100 litros/dia). Mas a Palestina tem água suficiente. Tem nascentes, rios e lagos, e boas estações chuvosas: anualmente, em Jerusalém, chovem 537 mm de água, enquanto em Londres, no mesmo período, chovem 583,6 mm. O problema que se coloca não é, assim, a existência de recursos hídricos nos TPO, mas sim a forma como são geridos.

O governo de Israel controla, de diversas formas, todos os recursos de água nos TPO, limitando o seu acesso ao povo palestino: negando a criação e utilização de furos ou direcionando-os para os colonatos; adiando as autorizações para a construção de poços de serviço a comunidades palestinas; destruindo reservatórios de águas de chuva dos palestinos beduínos e sistemas de irrigação fundamentais para a agricultura.

Neste Dia Mundial da Água, o MPPM associa-se à campanha mundial “Thirsting for Justice” promovida pela EWASH-OPT e convida-o a aprender mais sobre a questão da água e do saneamento básico na Palestina, e sobre a sua importância na resistência à política de ocupação levada a cabo por Israel aqui.

 
Desenvolvimento: Criações Digitais, Lda  |   Serviços:  Impressão digital  |  Webmarketing