Home Concurso Escolar Júri do Concurso Escolar
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

JÚRI DO CONCURSO ESCOLAR "PAZ PARA A PALESTINA"

 

PRESIDENTE

Júlio de Magalhães

 

PRODUÇÃO ESCRITA

Júlio de Magalhães

Paralelamente à actividade profissional no campo económico e financeiro, sua especialidade académica, que desenvolveu em diversas empresas, interessou-se desde muito cedo pelo teatro. Foi, em 1969, um dos fundadores do Primeiro Acto - Clube de Teatro, de que foi presidente da direcção de 1976 a 1985. Traduziu diversas peças de teatro, representadas no Teatro Primeiro Acto, Seiva Trupe, Teatro Nacional D. Maria II, Teatro Experimental de Cascais, Teatro de Animação de Setúbal, Comuna, RTP, etc. Em 1992, foi responsável da secção cultural da revista "Época"; em 1993, crítico teatral da revista "TV Mais"; em 1994/95, colaborador editorial do Centro Cultural de Belém; em 1995/98, coordenador literário e editorial dos programas dos espectáculos do Teatro Nacional D. Maria II. Colaborou também nos jornais "Diário de Notícias", "Público" e "Jornal de Letras e Artes".

Tendo-se dedicado, desde há anos, ao estudo da cultura árabe e da civilização islâmica e iniciando a sua investigação nessa área, foi presidente do Instituto Português de Cultura Árabe e Islâmica de 1998 a 2003, pertencendo também actualmente às direcções da Associação de Amizade Portugal-Tunísia, da Associação Cultural de Amizade Portugal-Egipto e do Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente.

Teresa Cadete

Professora Catedrática na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, exercendo funções no Departamento de Estudos Germanísticos.

Área de Actividade Docente - Ciências da Cultura

Áreas de Investigação - Teoria da Cultura/História da Cultura e Estudos schillrianos.

Publicações - Estudos - Inúmeros trabalhados publicados.

Ficção - sob o nome literário de Teresa Salema, publicou várias obras de entre os quais se destaca "Benamonte", que foi prémio de ficção do P.E.N - Clube Português.

Tradução - várias obras traduzidas

Actualmente desempenha o lugar de Presidente da Direcção do P.E.N - Clube Português e de Vice-Presidente do Comité de Escritores para a Paz do P.E.N. Internacional, é também membro da Comissão Executiva do MPPM

 

ARTES PLÁSTICAS

Jorge Melicio

Escultor hiper realista.

As suas peças como material final encontram-se fundidas em bronze e resinas.

Citado nos dicionários internacionais do hiper realismo pelos críticos de arte a par de escultores de reconhecido mérito com várias nacionalidades, tais como, Ron Mueck, De Andrea, David Hanson e George Segal.

Tem trabalho público em jardins e ruas de cidades, vilas, instituições privadas e estatais.

Português, natural de Angola.

Tem como hoby o desenho a pastel seco sobre tela e o desenho a tinta da china.

Foi assessor na Divisão de Cultura da Câmara Municipal de Lisboa.

Dinamizador Cultural na Junta de Freguesia de São João de Deus em Lisboa

Professor em várias instituições ao longo de 30 anos.

J. Leitão Baptista

Frequentou Arquitectura na ESBAL, Lisboa. Exposições colectivas na Codilivro, bienais de arte, quinzenas culturais bancárias, colectivas da Artle e da Quadrante. Cerca de uma dúzia de exposições individuais. Alguns prémios e distinções nas modalidades de desenho e pintura. Actividade desenvolvida no âmbito da pintura, ilustração, escultura, desenho, caricatura, instalação. Obra dispersa por colecções privadas, compradores anónimos e instituições.  

 

ARTES PERFORMATIVAS

Maria do Céu Guerra

Começa a interessar-se por teatro enquanto estudante universitária, tendo frequentado o Curso de Filologia Românica na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Em 1963 integra o grupo fundador da Casa da Comédia, ao lado de Zita Duarte, Manuela de Freitas, Santos Manuel, Fernanda Lapa, Laura Soveral, entre outros participa em "Deseja-se Mulher", de Almada Negreiros. Em 1965 passa para o Teatro Experimental de Cascais, onde se profissionaliza e sob a direcção de Carlos Avilez, interpreta um sem número de peças.

Entre 1971 e 1973 faz uma incursão no teatro de revista e comédia, trabalhando com Laura Alves e Marsillach, que a dirige em "Tartufo" de Moliére, com grande sucesso no Teatro Villaret.

Em 1975 é uma das fundadoras da companhia de Teatro "A Barraca" onde se centra, ainda hoje, a sua actividade em teatro, maioritariamente com Hélder Costa (como autor e encenador), tendo trabalhado também com Augusto Boal e Fernanda Lapa. Aí interpretou, entre muitos aiutores como Dário Fo, Ribeiro Chiado, Bertolt Brecht, Rainer Werner Fassbinder, Ionesco, William Shakespeare, Ettore Scola ou Luís de Sttau Monteiro.

Tem também um vasto trabalho nas Áreas da encenação, "O Menino de Sua Mãe", "O Último Baile do Impero", "O Bode Expiatório", entre outras e na leitura de poemas.

Com A Barraca percorreu inúmeros Festivais Internacionais de Teatro, destacando as digressões em África e na América do Sul.

No cinema trabalhou com os realizadores como Fernando Matos Silva (O Mal Amado e Guerra de Mirandum), Luís Couto, Luís Filipe Rocha (A Fuga), Fernando Lopes (Crónica dos Bons Malandros) entre outros.

Apareceu, pontualmente na televisão em telefilmes e séries   

Sofia Silva

Iniciou a sua formação em Dança com Paula Careto e na Escola de Dança Rui Horta.Licenciou-se na Escola Superior de Dança de Lisboa. Realizou workshops com: Clara Andermatt, João Fiadeiro, Paulo Ribeiro, Francisco Camacho, Bernardo Montet, Pedro Berdayes, Dieter Heitkamp, Tere O'Connor, Nigel Charnock, Ramon Oller, Javier de Frutos, Catherine Diverrés, Wolfgang Mass, Samuel Western, Donna Uchizono, Martha Moore, Wilson Domingues. Foi participante no "Danse Bassin Méditerranéen" em Lisboa. Frequentou o curso " Sensibilização à Arte Moderna e Contemporânea" no Centro Cultural de Belém.

Trabalha como coreógrafa independente, desde 1994.

Apresentou o seu trabalho em Portugal, Holanda, Espanha, Escócia, Luxemburgo e Palestina.

Participou com o seu trabalho em diversos Festivais em Portugal e no estrangeiro: Ramallah Contemporary Dance Festival (Palestina).Fontys Dance Festival (Holanda). Escena Contemporánea - V Festival Alternativo de las Artes Escénicas(Madrid - Espanha). Edinburgh Festival Fringe (Edimburgo - Escócia). II e V edições da Quinzena da Dança de Almada. Festival Dança Para 4 Estações (Sintra). III Festival de Dança Contemporânea de Portimão. VII e IX Festival Internacional Dança em PaisagensUrbanas / Lugar à Dança. Festival de Dança de Leiria.

Trabalhou como coreógrafa convidada para a Escola Superior de Dança em 2000.

O seu Trabalho esteve presente em 2001- Porto Capital Europeia da Cultura e em 2007- Luxemburgo Capital Europeia da Cultura.

È uma das fundadores do PAC (Projectos Artísticos Coreográficos)

Dirigiu Workshops e aulas , colaborando com diferentes entidades: Centro de Difusão Cultural Chão de Oliva, Centro Cultural de Belém, Escola de Dança Vocacional das Caldas da Rainha, Inestética, Pró.Dança, Teatro Extremo, Bomba Suicida

 

VIDEO E MULTIMÉDIA

Ana Rita Freitas

Jornalista. Nasceu e vive em Lisboa. tem 38 anos. O curso de Direito ficou pelo caminho para se dedicar ao jornalismo. Trabalha em Televisão desde 1992. Primeiro na troca de notícias com os países membro da Eurovisão, depois, durante 5 anos, na editoria de Internacional. Actualmente é repórter de Sociedade. Trata todas áreas da informação diária mas dedica-se com especial interesse aos temas da Infância e adolescência. Mãe de dois filhos. Atenta ao mundo que a rodeia.

 

Diogo Teixeira

Nasceu em Lisboa, em Setembro de 1978.

Em 2000, licencia-se em Ciências da Comunicação e da Cultura. Nesse ano, começa a trabalhar no Portal Sapo, com a responsabilidade pela gestão de conteúdos de diversos portais. Em Setembro de 2001, ingressa na redacção do Telejornal da RTP (Rádio Televisão Portuguesa), que deixa em Janeiro de 2003 para integrar a equipa jornalística internacional da Euronews, em Lyon, França. Regressa a Portugal em Maio desse ano para assumir as funções de coordenador do Euro2004.com, o website oficial do Campeonato Europeu de Futebol. Em Junho de 2005 assume as funções de Director-Geral da Sitebysite, Comunicação Interactiva, empresa do Grupo Central de Comunicação. Integra posteriormente a equipa de Estratégia da Brandia Central, onde a sua especialização nas áreas de Inovação e Desenvolvimento Sustentável acrescenta valor ao desenho de estratégias para as marcas que trabalha: UEFA, RTP, HP, COFIDIS, OK Teleseguro, Vodafone, Pingo Doce, Herdade do Esporão, CTT, BANIF, ANA- Aeroportos, Grupo Brodheim entre outras.

Em Junho de 2009 funda a Couture, um thik tank focado em consumer behaviour e inovação, trabalhando actualmente clientes com a Fox International Channels e Unilever.

 
Desenvolvimento: Criações Digitais, Lda  |   Serviços:  Impressão digital  |  Webmarketing