Home Actualidade MANIFESTAÇÃO PELA PAZ E CONTRA A OCUPAÇÃO EM JERUSALÉM
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

MANIFESTAÇÃO PELA PAZ E CONTRA A OCUPAÇÃO EM JERUSALÉM

Cerca de 2000 pessoas, na sua maioria judeus, desfilaram em Jerusalém ao início da noite de hoje, 1 de Abril, para denunciar 50 anos de ocupação israelita dos territórios palestinos.

Os manifestantes marcharam de Jerusalém Ocidental até perto da Porta de Jafa, na Cidade Velha, em Jerusalém Oriental ocupada, onde decorreu um comício em que se viam bandeiras israelitas e palestinas.

A manifestação é a primeira de uma série organizada pelo movimento Standing Together, marcando os 50 anos da ocupação israelita dos territórios palestinos desde a guerra de Junho de 1967. O movimento congrega organizações israelitas a favor da paz e partidos de esquerda israelitas, incluindo o partido secular Meretz e a Lista Conjunta (coligação de partidos palestinos e da esquerda não sionista em Israel), terceiro maior bloco parlamentar, com 13 deputados.

A manifestação visava «protestar contra a continuação do controlo israelita sobre os territórios [palestinos ocupados] e especialmente Jerusalém Oriental, e a favor de uma solução pacífica e de justiça para ambos os povos», afirmou o movimento num comunicado.

Palavras de ordem como «Judeus e árabes não são inimigos» e «Não a um governo de anexação» foram entoadas em hebraico e árabe.

Aqueles que dentro de Israel apoiam a criação de um Estado palestino têm cada vez mais dificuldades em fazer-se ouvir, dada a existência de um governo que é considerado o mais direitista da história do país.

[01.04.2017]

 
Desenvolvimento: Criações Digitais, Lda  |   Serviços:  Impressão digital  |  Webmarketing