Home Actualidade JOVEM PALESTINO MORTO A TIRO POR FORÇAS ISRAELITAS NO CAMPO DE REFUGIADOS DE JENIN
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

JOVEM PALESTINO MORTO A TIRO POR FORÇAS ISRAELITAS NO CAMPO DE REFUGIADOS DE JENIN

Forças israelitas mataram um jovem palestino de 19 anos e feriram vários outros na madrugada de domingo, 29 de Janeiro, no campo de refugiados de Jenin, no norte da Margem Ocidental ocupada, após confrontos na sequência de uma invasão do campo pelo exército israelita, informa a agência noticiosa palestina Ma'an.

O jovem, Muhammad Mahmoud Abu Khalifa, foi morto por uma bala na parte inferior das costas que lhe atravessou o corpo, saindo pelo abdómen. A agência noticiosa oficial palestina Wafa relatou que o jovem foi deixado no chão durante horas antes de as equipas de socorro poderem evacuar o corpo.

Pelo menos cinco outros jovens palestinos foram feridos, um deles com gravidade.

Dezenas de veículos militares invadiram o campo, depois de forças israelitas sob disfarce se terem aí infiltrado num veículo civil. Seguiram-se violentos confrontos que duraram várias horas.

Já na madrugada de sexta-feira, 28 de Janeiro, quatro palestinos foram feridos com balas de aço revestidas de borracha durante um ataque ao campo.

Os ataques israelitas em cidades, aldeias e campos de refugiados palestinos são uma ocorrência diária na Margem Ocidental ocupada, incluindo Jerusalém Oriental. Devido à natureza geralmente agressiva dos ataques, muitas vezes ocorrem confrontos entre jovens palestinos local que atiram pedras e são alvejados com fogo real, balas de aço revestidas de borracha e gás lacrimogéneo.

Há cerca de duas semanas, as forças israelitas mataram a tiro o jovem Qusay Hassan al-Umour, de 17 anos, na aldeia de Tuqu, na zona de Belém.

Segundo a agência Ma'an, Abu Khalifa é o oitavo palestino morto por forças israelitas desde o início do ano. Cinco israelitas, soldados ou polícias, foram mortos por palestinos durante o mesmo período, todos em alegados ataques com veículos. Em 2016 a Ma'an registou a morte de 112 palestinos e 15 israelitas como resultado da violência entre palestinos e israelitas.

[29.01.2017]

 
Desenvolvimento: Criações Digitais, Lda  |   Serviços:  Impressão digital  |  Webmarketing