Home Actualidade AHMAD DAWABSHA, DE 6 ANOS, SAI DO HOSPITAL UM ANO DEPOIS DE FOGO POSTO QUE MATOU A SUA FAMÍLIA
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

AHMAD DAWABSHA, DE 6 ANOS, SAI DO HOSPITAL UM ANO DEPOIS DE FOGO POSTO QUE MATOU A SUA FAMÍLIA

Quase um ano após a data em que a sua mãe, pai e irmão de 18 meses foram assassinados num ataque incendiário contra a casa da família, Ahmad Dawabsha, de seis anos, teve alta esta sexta-feira do Centro Médico Sheba, de Israel.

O rapazinho ficou gravemente ferido no ataque, que ocorreu na localidade de Duma, no distrito de Nablus, em 31 de Julho de 2015, e desde então teve de ser submetido a uma série de complexas operações.

Ahmad foi entregue aos cuidados de Hussein Dawabsha, seu avô materno. Terá de regressar ao hospital para controlos semanais e deverá ser submetido a novas operações nos próximos meses, a maioria delas de cirurgia plástica, para ajudar a reconstruir partes do seu corpo e cara que ficaram gravemente queimadas.

Dois suspeitos israelitas, pertencentes a uma organização terrorista judaica, foram acusados de assassínio em Janeiro, cinco meses depois do crime. O pequeno Ali Saad, de 18 meses, morreu imediatamente no incêndio. Os pais, Riham e Saad, morreram mais tarde devido às graves queimaduras. Ahmad foi o único sobrevivente da família.

Segundo o grupo israelita de defesa dos direitos humanos Yesh Din, mais de 85% das investigações de violências cometidas por colonos israelitas contra palestinos são encerradas sem acusação; somente 1,9% das queixas apresentadas por palestinos contra-ataques de colonos israelitas resultam em condenação.

Os ataques de colonos são muitas vezes realizados sob a protecção armada de forças israelitas, que raramente se esforçam por proteger os palestinos desses ataques.

Mais de 500.000 israelitas vivem em colonatos só para judeus em Jerusalém Oriental ocupada e na Margem Ocidental, em violação do direito internacional. Recentemente o governo israelita anunciou a expansão dos colonatos.

Segundo o Gabinete das Nações Unidas para a Coordenação dos Assuntos Humanitários (OCHA), em 2015 foram assinalados 221 ataques de colonos contra palestinos e os seus bens na Margem Ocidental e em Jerusalém Oriental ocupada.

Fontes:

http://www.maannews.com/Content.aspx?id=772338

http://www.haaretz.com/israel-news/.premium-1.732754?&ts=_1469188563877

http://www.timesofisrael.com/year-after-firebombing-that-killed-his-family-ahmed-dawabsha-leaves-hospital/

[22.07.2016]

 
Desenvolvimento: Criações Digitais, Lda  |   Serviços:  Impressão digital  |  Webmarketing